Home  |  Enquadramento  |  Programa  |  Organização  |  Testemunhos  |  Público Alvo  |  Intervenções  |  Feedback  |  Fotos  |  Contactos
 
   
ENQUADRAMENTO


Portugal assiste a um período de dificuldades para empresas e indivíduos ao qual não é indiferente a diminuição de investimento directo estrangeiro. Esta ausência revela-se na extinção de postos de trabalho, numa diminuição do consumo e na preferência - mesmo de investidores nacionais, por mercados onde os índices de confiança se apresentam mais favoráveis.

Os Business Angels contrariam toda a lógica de crise e optam por investir em Portugal, criando emprego, acreditando em empresas recentemente criadas mas que apresentam um elevado potencial de crescimento e que podem vir a ser os casos de sucesso de amanhã.

A importância da divulgação das medidas que foram tomadas de apoio ao empreendedorismo em Portugal, através dos mecanismos de apoio do SAPFRI e do FINOVA aos Business Angels portugueses e aos veículos de investimento por estes criados, faz pressupor a sua divulgação junto da sociedade portuguesa e principalmente no ecossistema empreendedor nacional:

 
  "Atendendo ao apoio que o IAPMEI tem vindo a dar a este importante ecossistema de suporte aos empreendedores portugueses desde 2006 ( com especial relevo para a realização em Portugal em Abril de 2007 do Congresso Anual da EBAN e da primeira reunião mundial de BAs em Outubro desse ano no Estoril ), é com muita satisfação que o IAPMEI se associa, uma vez mais, à FNABA na realização da IV Semana Nacional de Business Angels."
Luis Filipe Costa, Presidente do Conselho Directivo do IAPMEI

 

"O elevado comprometimento da Comunidade de B.A. Portugueses, obrigou-nos com satisfação, a aumentar o plafond inicial de 10 Milhões para 28 Milhões de euros, resultante do envolvimento de mais de 200 B.A."
Nelson de Souza, Gestor do Programa Compete
 

 
  "O Acordo de Parceria para o Investimento com a FNABA contempla uma Linha de Co-Investimento Complementar com os Business Angels, no montante global de 1,5 milhões de euros, instituída pela Caixa Capital para participar nos veículos seleccionados no universo da FNABA que foram constituídos ao abrigo do concurso em boa hora lançado pelo Programa Compete."
Faria de Oliveira, Presidente do Grupo Caixa Geral Depósitos

 

"Actualmente, informação e conhecimento (ou capital intelectual), estão a substituir o capital e a energia, tal como estes substituíram a terra e o trabalho há 200 anos. Adicionalmente, a evolução tecnológica no século XX transformou o modo de criar riqueza, que antes era feita à custa da dotação de factores físicos e que agora é baseada no conhecimento."
Mira Amaral, Presidente do Conselho Consultivo do Fórum para a Competitividade
 

 
  "Os B.A. podem ter um papel decisivo no preencher e completar do ciclo de financiamento por Capital de Risco."
Miguel Cadilhe, Ex-Ministro das Finanças

 

 


Copyright FNABA - Federação Nacional de Associações de Business Angels 2007-2011 - Todos os direitos reservados
   By   K  Media