História

CONSTITUIÇÃO

A FNABA foi constituída em 2006, mas o movimento associativo de Business Angels em Portugal nasceu muito antes, em 1999, quando, juntamente com um conjunto alargado de empresários, foi criado o primeiro clube de Business Angels português, o BAC – Business Angels Club.

Desde então, diversas ações foram desenvolvidas com vista a incentivar o financiamento no mercado de capital de risco em Portugal, via investidores informais. Este movimento levou à criação de diversas Associações de Business Angels, cinco das quais vieram a constituir a FNABA.

 

DESENVOLVIMENTO

A FNABA cresceu, pois, em circunstâncias extremamente adversas, marcadas pela inexistência de legislação regulatória da atividade de Business Angels, por fortes restrições financeiras impostas às instituições criadas pelos Business Angels e excesso de burocracia administrativa. Apesar deste contexto, severamente adverso, a FNABA alcançou um desempenho assinalável.

O contributo para o reconhecimento legal dos Business Angels como atores essenciais dentro do sector do Capital de Risco, a luta por um enquadramento jurídico e fiscal favorável à sua atividade, o envolvimento efetivo na operacionalização dos fundos de Co-Investimento para Business Angels lançados pelo Programa COMPETE (abrangendo, só na 1ª linha de financiamento, 132 empresas, o montante de 23 Milhões de euros investidos e mais de 10 milhões comprometidos e, na 2ª linha de financiamento, 33 empresas apoiadas, 11,2 milhões de euros investidos e 3,8 milhões comprometidos), foram apenas alguns dos desafios alcançados, com sucesso, e fizeram com que a FNABA seja hoje uma entidade prestigiada e respeitada, no país e no estrangeiro. Das 17 Associações de Business Angels existentes em Portugal, 16 delas são associadas da FNABA.

A nível internacional, a FNABA está representada na EBAN, Associação Europeia de Business Angels ao mais alto nível, tendo assumido já a sua presidência executiva. Foi ainda membro fundador da Business Angels World Association, formalmente anunciada no Congresso de Lisboa, em 2009. Mais recentemente tornou-se membro representante de Portugal na GBAN, Global Business Angels Network.

 

AMADURECIMENTO

Na atual fase de amadurecimento em que se encontra, a FNABA continuará a ser uma plataforma essencial de defesa dos interesses dos investidores informais, pugnando por um sistema fiscal cada vez mais eficiente e favorável e um enquadramento jurídico indutor do desenvolvimento da atividade dos Business Angels em Portugal.

Enquanto Federação congregará os interesses de um número cada vez mais alargado de associados e, por outro lado, promoverá uma ligação mais profunda com os outros agentes do ecossistema do empreendedorismo na Europa. É fundamental pugnar pelo reforço do coinvestimento entre os investidores europeus, pois só através de uma ampla atividade empreendedora será possível construir uma Europa una e única.

© Copyright FNABA - Federação Nacional de Associações de Business Angels 2007-2015 - Todos os direitos reservados